As roupinhas são grandes aliadas para aliviar o frio e até prevenir doenças respiratórias nos nossos cães, principalmente em lugares onde a temperatura está sempre mudando. Mas para isso você deve ter alguns cuidados muito importantes.

Cães de pelo curto e principalmente cães pequenos, normalmente sentem bem mais frio que os cães de pelagem longa e que estão acima do peso. Algumas raças como: Husky Siberiano, Chow Chow, Pastor Alemão, Golden Retriever, além de possuírem um pelo de tamanho médio, ainda possuem um subpelo, que funciona como um isolante térmico, protegendo eles do frio. 

Como saber se o seu cão está sentindo frio: 

→ Se o cãozinho estiver encolhido e tremendo, possivelmente, está sentindo frio.

→ Se as orelhas e as patas estiverem bem mais frias do que o habitual. 

Um problema muitíssimo comum do uso das roupinhas, principalmente em cães de pelo longo, é que o uso constante causa nós nos pelos, os quais muitas vezes só serão possíveis de serem removidos por meio da tosa baixa.

Quando o tutor deixa o animal o tempo inteiro com elas, tanto os nós como as próprias roupas podem criar um ambiente abafado e por vezes úmido que favorece a multiplicação de fungos e bactérias e que podem levar a doenças de pele.

Portanto, quando estiver muito frio, se seu cãozinho estiver encolhido e tremendo é muito recomendado que você coloque uma roupinha nele. Mas o mais importante é não se esquecer de trocar por uma roupa limpa e escovar a pelagem diariamente.

Leticia Gershenson

Médica Veterinária – CRMV RS – 6279

Compartilhe @tiochico.vet

O que você achou deste artigo, comente abaixo:

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.