Se o seu cão ou gato não tem costume de escovar os dentes, o melhor a se fazer é iniciar o quanto antes. A escovação é uma das formas de reduzir a progressão da placa bacteriana, que forma aquele famoso bafinho na boca. Os acúmulos de tártaro nos dentes causam inúmeros malefícios à saúde não só bucal.

A doença periodontal é uma das mais graves afecções em pets há mais de 70 anos, e teve início quando os animais começaram a ser de companhia. Já se sabe que a placa amarela nos dentes, é formada por bactérias, e que elas podem atingir a gengiva, ligamento periodontal, cemento e osso alveolar dos animais. E a forma mais grave da doença é quando essa placa se transloca através da corrente sanguínea e chega em alguns órgãos como coração, fígado e rins.

Alguns fatores como a idade, formato de cabeça, obesidade e dieta são as maiores causas de formação de tártaro que causam inflamação, halitose, sangramento da gengiva, emagrecimento por anorexia. Causa dor à mastigação, podendo levar até a extração dentária total em alguns casos.

A melhor maneira de prevenir o cálculo dentário é escovando os dentes, 3 vezes na semana, pois a placa bacteriana se forma a cada 48hrs em média. Os petiscos e snacks podem ser utilizados como coadjuvantes, mas nunca sozinhos.

A cirurgia para remoção das placas muitas vezes se faz necessária, principalmente em animais que os tutores não têm o hábito da escovação. A cirurgia é feita sob anestesia geral, após um check up completo, a fim de ver se o animal está apto ao procedimento.

Marília Machado

Médica Veterinária

CRMV: 10.906

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.