Os alimentos ofertados hoje para os cães e gatos devem ser balanceados para serem aprovados e irem para o mercado pet. Exigindo assim, o básico para a manutenção de vida do animal, diferindo pela qualidade dos alimentos e nutrientes de uma alimentação completa.

Há a possibilidade de fazer um manejo nutricional, correlacionando os benefícios e prevenções de diversas patologias. Há algum tempo o uso de nutracêuticos já vem sendo discutidos, pois são suplementos oriundos de alimentos, plantas. Eles contém a concentração de compostos bioativos, com a finalidade de melhorar a saúde dos animais em doses maiores das que contém as dietas convencionais. Podem ser utilizados de forma preventiva, mas além disso como forma terapêutica, substituindo ou auxiliando no tratamento da medicina veterinária convencional.

Um exemplo muito comum é o uso de óleo de peixe para o tratamento de doenças dermatológicas, do trato digestivo, melhora de doenças cardíacas, auxílio para pacientes renais sendo coadjuvante ao tratamento tradicional.

Os animais de companhia cada vez mais estão sendo considerados membros da família, e nós seres humanos, queremos que eles vivam cada vez mais e melhor, com qualidade de vida para usufruir de bons momentos ao nosso lado, e com isso, também queremos ofertar o melhor tratamento e que agrida menos o organismo deles.

A suplementação é individual, dependendo do tipo de alimento que o animal come, do tipo de vida que ele vive, se tratando de prevenção ou de doenças já instaladas. Há uma variedade de suplementos que os animais podem e devem usufruir para aumentar o tempo de vida deles aqui ao nosso lado e sua orientação é com base numa avaliação geral e é individual.

Marilia Machado

CRMV: 16906

Especialista em Nutracêuticos

5 Comments

  1. Pingback: Saiba como manejar seu gato idoso - TioChico

  2. Pingback: Eclâmpsia em Cadelas: cuidados e prevenção - TioChico

  3. Pingback: Porque os gatos fazem xixi fora da caixa? - TioChico

  4. Pingback: Você já ouviu falar em Tríade Felina - TioChico

  5. Pingback: Como cuidar de raças braquicefálicas? - TioChico

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.